Mountain bike - Investigando as motivações para aderência e a idade como possível fator limitador para a prática

As vivências de atividades de aventura que necessitam de ambientes naturais para o seu desenvolvimento vêm crescendo nos últimos anos e se tornando uma tendência no âmbito do lazer. Algumas dessas vivências, como o Mountain Bike, apesar de serem atividades que requerem domínio técnico e a utilização de equipamentos muitas vezes sofisticados, inclusive de segurança, vem contando com um número cada vez maior de adeptos. Sendo assim, este estudo teve como objetivo investigar os motivos de adesão, e a relação da idade como fator limitador para a prática desse esporte de aventura. O estudo de natureza qualitativa e foi desenvolvido por meio de pesquisa exploratória. Como instrumento para a coleta de dados foi realizado um questionário aberto, contendo três questões relativas ao tempo de prática, à motivação e à influência da idade dos participantes para a prática. O instrumento foi aplicado a uma amostra intencional constituída de 12 praticantes, sendo 9 do sexo masculino e 3 do sexo feminino, com idades acima de 50 anos, praticantes dessa atividade há mais de um ano. Os dados foram coletados em contatos pessoais e pela rede social e foram analisados pela Técnica de Analise de Conteúdo. Os resultados encontrados para a questão relacionada à motivação para a prática desse esporte de aventura sugerem que 11 praticantes, independente do sexo, buscaram a atividade para praticar algum tipo de esporte aeróbico, sendo que 3 deles mencionaram o fato de ser em contato com a natureza, 2 mencionaram o gosto pela bicicleta e 3 deles além da atividade física, buscaram no esporte os riscos e desafios, traços de sua personalidade, segundo um deles. Apenas um dos praticantes atribuiu como única motivação a realização de um sonho: se preparar para trilhar o Caminho de Santiago de Compostela na Espanha. A questão relativa à possibilidade da idade ser um fator limitador dessa atividade teve como resultado: 8 participantes acreditam que a idade não limita a pratica e mencionaram que se sentem com o mesmo vigor que antes dos 50 anos, e que há menos que se apresente algum problema de saúde, haverá apenas fatores positivos; destes 1 mencionou a vontade de praticar até os 90 anos, 1 evidenciou que o esporte, inclusive, é recomendado para pessoas acima dessa idade, pois não apresenta impacto como em outras atividades aeróbicas e 1 ainda salientou que, com a prática, o condicionamento físico vai se fortalecendo. Os 4 participantes restantes responderam acreditar que a idade dificulta a prática e justificaram que é fundamental respeitar, entender as limitações e ter maior atenção aos detalhes de equipamentos, sobretudo de orientação espacial. Com base nos resultados do estudo, pode-se perceber que são várias as motivações para a prática desta atividade, sobretudo relacionadas à busca por atividade física, pela socialização e pelo contato com a natureza, sendo que a aventura foi pouco mencionada, e o fator idade, para a maioria, não representa fator limitador, porém, que este aspecto deve estar atrelado à necessidade de se entender e respeitar as limitações do corpo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *